Categoria

Comunicação na era digital

Categoria

Entenda o impacto das redes sociais nos veículos tradicionais

A mídia tradicional sempre encarou o relacionamento com as mídias sociais com algumas ressalvas. Tudo começou com a ideia de que a internet acabaria com as revistas e os jornais impressos — o que, de certa maneira, vem acontecendo, embora as mídias tradicionais estejam conseguindo se reinventar. Com a mudança na forma de consumir as informações, os veículos tradicionais estão sendo obrigados a mudar suas posturas. Conforme um estudo da Cisco, por exemplo, em 2020, contaremos com 70% da população do planeta usando 5,4 bilhões de dispositivos móveis. Esse número significa que as pessoas terão mais acesso a smartphones e tablets do que a água potável, por exemplo. Consequentemente, estaremos diante de uma realidade na qual as pessoas, cada vez mais, terão suas próprias telas para se informar, se comunicar e se relacionar com marcas. Diante desse cenário, vamos apresentar a relação entre redes sociais e veículos tradicionais, mostrando o que os veículos…

Game e marketing: entenda como as marcas estão usando a gamificação

O consumidor mudou. Com o surgimento de novas tecnologias e formatos de interação, as pessoas passaram a desejar conteúdos diferenciados, que tenham grande poder de despertar interesse. Diante desse cenário, a gamificação como ação de marketing, embora esteja por aí já há algum tempo, ainda é considerada uma tendência e tem sido cada vez mais usada entre as grandes empresas para atrair e entreter o seu público-alvo. Pensando nisso, desenvolvemos este artigo explicando como a gamificação pode ser uma poderosa estratégia para aumentar o engajamento e os resultados das suas campanhas de marketing e apresentando os principais cases de sucesso do mercado. Continue a leitura deste post e saiba mais sobre o assunto! O que é gamificação? “Os videogames são nossa nova barreira digital e o novo grande ambiente a ser explorado pelas marcas.” Enor Payano, VP Internet Media Services (IMS) America Latina. Gamificação (do inglês gamification) é a estratégia…

Por que sua empresa precisa de análise de dados e data driven para tomar decisões?

Em tempo de constante transformação digital, confiar e ser guiado por informações estratégicas é essencial em qualquer decisão corporativa. Por isso, investir em análise de dados e data driven se tornou uma questão de sobrevivência e enorme diferencial competitivo para o seu negócio. Quer saber mais sobre o assunto? Confira o nosso artigo e descubra como essas novas tecnologias de mensuração e análise de dados podem contribuir para o desenvolvimento da sua marca. O que é data driven? O data driven é uma cultura empresarial que consiste na orientação total das decisões em dados. Ou seja, todos os processos e métricas de uma empresa são embasados e organizados a partir da coleta e análise de informações reais e não mais em intuito, instinto ou “achismos”. Ao adotar o sistema de data driven, uma empresa passa a contar com um alto nível do uso de dados em todo o seu ambiente…

Comunicação na era digital: os chatbots devem identificar-se como robôs?

Os chatbots  e os assistentes virtuais inteligentes são algumas das principais tendências do mercado de comunicação na era digital. Por meio dessa tecnologia é possível otimizar o relacionamento entre as empresas e o seu público, gerando mudanças significativas no comportamento do consumidor. E embora essa tecnologia não seja nova, os chatbots estão cada vez mais em alta, se popularizando rapidamente entre empresas de grande e médio porte. A expectativa é que, até 2020, aproximadamente 80% das interações comerciais sejam orientadas por mecanismos automáticos, aumentando os debates sobre a ética e os limites do uso de inteligência artificial na comunicação. Pensando nisso, desenvolvemos este artigo com os principais conceitos e práticas que devem ser levados em consideração na hora de identificar os robôs em uma conversa com pessoas reais. Confira e inspire-se! Transparência Uma das principais dúvidas dos gestores ao apostar em uma ferramenta de chatbot diz respeito à transparência. Afinal, o robô deve se identificar…

Realidade virtual (VR) x Realidade aumentada (AR): quais são as diferenças?

As novas tecnologias estão transformando o cotidiano das pessoas. As mudanças acontecem de forma cada vez mais rápida e produtos que pareciam impossíveis de existir já podem ser encontrados em qualquer prateleira. A realidade virtual e realidade aumentada, por exemplo, são as tendências do momento no mercado corporativo. Descubra, agora, quais são as principais características e diferenças entre essas duas tecnologias e como elas podem impactar o seu negócio. Confira. O que é realidade virtual? A realidade virtual é uma tecnologia com potencial para levar os seus usuários para lugares diferentes por meio de infinitas possibilidades. A vida real é substituída por um conteúdo 100% virtual, criado em um software. Por meio de alguns movimentos simples, é possível entrar em jogos, cenários e até mesmo em pontos turísticos do mundo inteiro. Todo o processo de imersão ocorre por meio de óculos ou capacetes que cobrem completamente a visão, impedem que se enxergue o mundo externo…

Veja a evolução do trade marketing e as mudanças com o digital

Se você trabalha com vendas ou gerencia um time comercial de uma empresa, certamente entende o que é trade marketing, não é mesmo? Esse processo acontece quando o fabricante proporciona o contato com os consumidores por meio de canais de distribuição diversos. Ao mesmo tempo em que isso ocorre, os distribuidores podem se beneficiar com o aumento das vendas. Um exemplo clássico do trade marketing são as ações de degustação em supermercados, em que os clientes podem provar um produto gratuitamente e, se gostarem, comprar uma ou mais unidades para repetir a experiência positiva em suas casas. Nos dias atuais, no entanto, as ações de trade marketing podem ir muito além, incorporando soluções tecnológicas e inovadoras para as estratégias. Por isso, é importante entender qual é o cenário contemporâneo dessas ações e as tendências projetadas para o futuro. Para que você entenda mais sobre o assunto, desenvolvemos este post sobre…

4 OLHARES SOBRE O CAMINHO – CAPÍTULO 4

A viagem da Mark Up ao Festival Path 2018 Foram mais ou menos 300 horas de palestras na 6ª edição do Festival Path, um dos maiores eventos de criatividade e inovação do Brasil. Impossível assistir a tudo e ter uma única opinião sobre o festival. Por isso e em favor da troca de ideias, nosso pessoal de Criação, Planejamento e Inteligência compilou suas opiniões em 4 pequenas crônicas que só têm uma coisa em comum: a diferença entre elas. Capítulo 4 A NAVE-MÃE Por Karina Freitas, Diretora de Marketing e Inteligência da Mark Up Alguns conteúdos do Festival Path parecem ter vindo de outro planeta, como a palestra “O cheiro dos dados”. Isso mesmo, dados podem ter cheiro! A holandesa Leanne Wijnsma está desenvolvendo um hardware que exala um cheiro quando seu computador ou dispositivo pessoal está sendo hackeado ou detecta algum tipo de vírus. Com o mundo digital, nós…

4 OLHARES SOBRE O CAMINHO – CAPÍTULO 2

A viagem da Mark Up ao Festival Path 2018 Foram mais ou menos 300 horas de palestras na 6ª edição do Festival Path, um dos maiores eventos de criatividade e inovação do Brasil. Impossível assistir a tudo e ter uma única opinião sobre o festival. Por isso e em favor da troca de ideias, nosso pessoal de Criação, Planejamento e Inteligência compilou suas opiniões em 4 pequenas crônicas que só têm uma coisa em comum: a diferença entre elas. Capítulo 2 ALÉM DOS SACHÊS DE CHOCOTINO, O QUE MAIS EU LEVEI DO PATH? Por Gisele Rocha, Planner da Mark Up Minha experiência no Festival Path foi um pouco fora da curva. Na minha agenda, havia palestras de diversos temas diferentes, desde IA e VR, passando por branding, games, meio ambiente, habitações, até pornografia e meditação. Em dois dias, foram 16 palestras, 11 auditórios diferentes, duas exposições, uma feira de startups,…

4 OLHARES SOBRE O CAMINHO – CAPÍTULO 1

A viagem da Mark Up ao Festival Path 2018 Foram mais ou menos 300 horas de palestras na 6ª edição do Festival Path, um dos maiores eventos de criatividade e inovação do Brasil. Impossível assistir a tudo e ter uma única opinião sobre o festival. Por isso e em favor da troca de ideias, nosso pessoal de Criação, Planejamento e Inteligência compilou suas opiniões em 4 pequenas crônicas que só têm uma coisa em comum: a diferença entre elas. Capítulo 1 TOM ZÉ, REGINA CASÉ, AGEÍSMO E MISCIGERAÇÃO. Por Julinho Andrade – Diretor de Criação e Planejamento da Mark Up Parece que a idade faz a gente gostar ainda mais da cama quentinha que não deixa a gente se levantar, ainda mais com o frio que fez em São Paulo esses dias. Mas vamos nessa. Era o segundo dia do Path, o festival de inovação e criatividade organizado pelo Panda…

ProXXIma 2018 – Quem acha que inovar é caro, não sabe o preço de ficar obsoleto

* Por Julinho Andrade Desde ontem essa frase acima grudou na minha cabeça. Primeiro porque sou redator e a gente vive tentando construir títulos como esse: curto, claro e que instigue a ler o texto que vem em seguida, exatamente como você está fazendo agora. Outro motivo para ficar tão impactado por esse título tem a ver com o contexto em que ele foi apresentado. Foi a conclusão perfeita para tudo o que se falou no ProXXIma 2018, evento realizado pelo Meio & Mensagem, em São Paulo. A urgência em inovar ficou evidente a cada palestra, em cada debate e em todas as rodas formadas nos coffee breaks. A transformação digital e toda a sopa tecnológica que ela traz, como VR, AR, IA, BOTS, IoT e Blockchain já não são mais efeitos de filmes de ficção. Ano após ano, empresas da indústria de TI entram para a lista das mais…